FOTOS E...UMA OU OUTRA COISA

Maio 26 2009

Não sabia que existia o dia do vizinho e ao ouvir o telejornal a notícia trouxe-me alguma nostalgia.

 

Mudei de casa mais ou menos há sete anos.

Vivia numa rua de pequenas vivendas em banda com um pequeno jardim.

Conhecia todos os vizinhos da rua, mas com os mais próximos tinha uma relação especial.

Com a D. Delfina(já falecida) era quase uma relação familiar.

 

Aliás, penso que ela me "adoptou" quando para lá fui viver. Tinha 22 anos, um filho bébé e outro a caminho.

 

Os meus filhos creceram lá. Havia muitas crianças e todas mais ou menos da mesma idade.

A rua era o espaço privilegiado para as brincadeiras. Aí jogavam à bola,corriam, andavam de bicicleta...E eu, em casa ,sentia-me completamente descansada.

Ainda hoje são amigos, apesar de viverem bem dispersos . Já com as suas famílias constituídas e com filhos, procuram sempre que podem encontrar-se.

Aos casamentos é que não podem faltar.

 

Coincidência ?...Hoje vivo num apartamento e a minha vizinha do lado,a Anabela ,é uma dessas crianças.Sei que posso contar com ela, tal como ela sabe que pode contar comigo,sempre.

 

 Já passaram alguns anos e tudo mudou.

Será que não é possível recuperar os laços sociais que se perderam? Aproximar mais as pessoas ? Evitar o isolamento?

 

Sobretudo transformar o mundo num local mais feliz .

 

 

publicado por detefegueiredo às 14:24

As minhas filhas também recordam os momentos que passaram enquanto crianças, a brincar com os vizinhos ao mata, ao esconde, ao elástico, e, cá em casa, ensaiavam autênticos festivais... Foram os melhores tempos, dizem elas.
Agora, são as ditas "correrias"... Penso que nem tempo têm para criar e fortalecer laços.
Por falar em laços... E nós? O nosso grupo não se encontra para tomar café?
Amanhã, pelas 11horas vou à praça d'Oliveira tomar café e ver se encontro alguém (Fernanda, MariaFelismina... )
Até amanhã
MariaLi a 26 de Maio de 2009 às 22:49

Pois é, as saudades da "RUA" são muitas, sempre são vinte e muitos anos a morar no mesmo sitio e com as mesmas pessoas, era a minha segunda família .</a>
Ainda agora sempre que possível lá vamos estando juntos para ver quem tem mais barriga ou cabelos brancos e como não podia deixar de ser, relembrar todas as asneiras..... SAUDADE!!!
Pena tenho que a minha filha não tenha um lugar e família .</a> como a "RUA" para a ajudar a crescer.
MIGUEL a 2 de Junho de 2009 às 01:32

Simplesmente porque gosto...
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
16

17
18
19
20
23

24
27
28
29
30



favoritos

CAXINAS-Memorial

pesquisar
 
blogs SAPO